segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

A Lista



Faça uma lista de grandes amigos
Quem você mais via há dez anos atrás
Quantos você ainda vê todo dia
Quantos você já não encontra mais...

Faça uma lista dos sonhos que tinha
Quantos você desistiu de sonhar!
Quantos amores jurados pra sempre
Quantos você conseguiu preservar...

Onde você ainda se reconhece
Na foto passada ou no espelho de agora?
Hoje é do jeito que achou que seria
Quantos amigos você jogou fora?

Quantos mistérios que você sondava
Quantos você conseguiu entender?
Quantos segredos que você guardava
Hoje são bobos ninguém quer saber?

Quantas mentiras você condenava?
Quantas você teve que cometer?
Quantos defeitos sanados com o tempo
Eram o melhor que havia em você?

Quantas canções que você não cantava
Hoje assobia pra sobreviver?
Quantas pessoas que você amava
Hoje acredita que amam você?


sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Moça Gótica

Os cabelos longos e escuros, contrastava com os olhos pintados de lápis de cor preta, que mal olhava em meus olhos. Eu nunca tinha visto alguém assim, que pouco me falou, mas que conheci tão profunda quando os mares que mergulho!
Ontem eu sonhei com ela. Ela com sempre linda! Aquele vestido preto que a fazia a menina mais linda que conheci é o mesmo que ela estava usando quando a vi pela primeira vez. E eu lembro muito bem daquele fim de tarde, quando voltava da casa e um amigo e a vi saindo de casa com duas amigas. Não consigo e não quero esquecer momento tão frequente em minha mente! Ela sempre foi perfeita!
Numa tarde, ela estava no parque e lia um livro... e o que me chamou atenção não foi  o título desse livro, que dizia "Viver duas noite para chegar ao céu". Foi o rosto dela, que expressava todas as sensações que havia naquele livro. Enquanto ela mergulhava na própria imaginação, eu a admirava e a venerava profundamente!
Não sei se ela percebeu ou se ainda sonhava com a cena do livro, só sei que quando olhou pra mim sorrindo, eu também sorri. E como em uma cena de um livro também, trocamos olhares e mais sorrisos. Passei a ir ao parque toda tarde, nem que fosse para sentir a ansiedade de saber se ela estaria lá ou não ou, ao menos, para vê-la por alguns instantes.
Ficamos amigos.
Descobri que ela era sozinha, que muitas vezes perdeu por medo de lutar, que chorava às escondidas pela falta de ter com quem contar. Isso me deixava mais fascinado por ela.

- Como uma moça tão bela pôde sofrer e viver tão solitária assim?
- Se você quiser eu posso te ajudar a apagar essas lembranças escuras de sua vida.
- Eu posso correr até seus braços toda vez que você quiser chorar, toda vez que você quiser sorrir, toda vez que quiser ser abraçada, protegida...
- Me deixa fazer parte da tua estrada!

Eu só não entendia porquê, apesar de que, eu me dava a ela, ela continuava a se proteger, a se esquivar... Ela sempre soube que eu faria tudo por ela, se ela pedisse eu parava o mundo. Nem tudo que sei sobre ela foi ela que me contou. Eu a estudei. Eu a desenhei. Eu a pintei. Fiz tudo que não me era normal em tempos atrás.
Declarar meu amor nunca foi tão fácil como ela me fez perceber. Os meus desejos envolviam ela. Meus planos tinham a presença dela. Minha vida era ela!
Moça gótica de cabelos longos e olhos marcantes. Não consigo ainda acreditar que ela passou algumas tarde comigo e eu fiz a sorrir. Sorrimos como crianças!
Quando percebi, era tarde demais para voltar atrás, tentar desfazer todas as palavras, os minutos que passamos juntos e as lembranças. Meu coração já estava encharcado de paixão por aquela moça de espartilho.
Hoje só me resta um pedaço de papel com um verso que ela havia feito e sem intenção deixou cair do livro que lia.

"Se eu for embora,
lembre-se de mim.
Se eu for embora,
chore por mim.
O faça até que toda essa dor tenha partido,
e quando esta for,
não esqueça de mim.
Lembre-se de mim,
pois se tiveres lembranças,
eu também as terei,
e isso prova que fostes importante nesse tempo que fiquei"

Linda moça gótica te lembrarei até meu ultimo dia de vida. E quando este for, quero ainda tê-la em meus pensamentos.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Dulce María

Diva-Unica-Linda-Carismática-Extraordinária = DULCE

Hoje a Dulce (é, "a Dulce"! Dulce María) completa mais um ano de vida! *--*
Pena, que não a conheço pessoalmente, pero me gusta mucho! rs'
É tão lindo vê-la cantar...
Adoro as músicas dela, adoro o estilo dela, o cabelo... enfim, já deu pra perceber que sou fã, né? rsrs' Com isso, o mínimo que posso fazer é esse post para parabenizá-la, mesmo que de longe. "/
Dulce, que você tenha muito motivos para comemorar o dia de hoje!
Que seu 06/12 seja o melhor possível e todos os outros te tragam energias positivas! Que Papai do céu cuide de você!

Feliz Cumpleaños, minha diva perfeita!



"(...)
Y cuando las lágrimas caen, hielan todo el cuerpo
Y el corazón de tanto amar se convierte en hielo
Para no sufrir más, para ya no llorar,
Pero se volteas al cielo,
Te darás cuenta que quedan millones de estrellas
Y cada una es un sueño por cumplir,
Y la fuerza en tu interior,
Derretirá el hielo en tu corazón.
Solo nunca dejes de creer,
Porque el amor
Y tus sueños
Son la única puerta hacia la eternidad."

sábado, 24 de novembro de 2012

Minha própria liberdade


Eu fecho os olhos para enxergar mais longe e caminhar de vagar para recordar-me de cada lugar. Eu quero liberdade, quero sorrir...
Não! Para! Vou começar de novo. Não vou falar do que eu quero!
Vou falar do que eu tenho e não consigo expor, por isso mesmo vou falar. Quem sabe alguém que também tenha e não consiga, lendo esse segredo rasgado consiga explicar, porque está vendo de outra janela, da minha janela.
Eu fecho os olhos e vejo flores, vejo borboletas, vejo abraços, vejo cifras. Sinto a melodia, sinto o sol e sinto a chuva que escorre pelo rosto. O vento leva as folhas secas do outono... Engraçado, como posso ter todas as estações do ano juntas?!
Preciso de palavras novas...
Cadê o dicionário? Onde está o lápis? Preciso riscar algumas paredes e depois deitar no chão e dá vida aos meus próprios desenhos...
Se eu fechar os olhos, aquela música novamente vai me querer levar... e me fazer dançar no parque e girar nas ruas e cantar nos campos e sorrir no mar...
O que me sufoca? Cadê o dicionário? Oh, meu Deus! Tomara que ninguém nunca encontre isso! Vão me chamar de louca! Se bem que a loucura é boa! Quando se é louco por querer, quando não se tem medo das reações...
Só que eu preciso acordar... Mas antes quero comer jujubas, de todas as cores. É mais divertido! É, isso é loucura mesmo!
Mas eu prefiro minha própria liberdade, mesmo que seja louca!
O que é isso? Alguém batendo na porta? Preciso esconder você, diário! Boa noite!


segunda-feira, 5 de novembro de 2012

E quando se encontra um alguém...



"Eu encontrei e quis duvidar
Tanto clichê deve não ser
Você me falou pr'eu não me preocupar
Ter fé e ver coragem no amor"

sábado, 3 de novembro de 2012

Divulgação #02

Olá, caros leitores!

Vocês lembram do selo do blog para formar parcerias? Então, demorou, mas estamos começando a ter resultados. Essa semana, o blog ganhou mais um parceiro. Divulguei ele (parceiro) na página de parcerias, mas isso não é o suficiente. Uma parceria merecer receber um post de reconhecimento.
Então...

Hoje vou apresentar a vocês meu mais novo parceiro na blogosfera: Blog Minha PropostaAgora firmamos uma parceria e estaremos interagindo para aumentar nossos conhecimentos na blogosfera e nossos visitantes.



Acessem-no e veja do que eu estou falando.

E não esqueçam que parcerias é uma ótima forma de ser reconhecido pelo público.
Ainda buscando parcerias. Visite a página Contatos.
Abraços a todos.


quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Dica de livros

No ultimo dia 29 foi o dia do livro.
Tudo mundo ficou sabendo, seja pela internet, no Facebook... seja pela TV. Enfim, por motivos acadêmicos, eu não pude desejar um "Feliz Dia do Livro" a todos vocês, mas hoje vou fazer uma coisa também bem legal.
E essa é indicar uns livros pra vocês.
Ler é realmente uma maneira de viajar na nossa imaginação, exitando-a e aprendendo cada vez mais!

Sobre os livros:
Conhecem a história "A formiguinha e a Neve"?
Esse livro marcou minha infância, até hoje eu sei umas falas da formiguinha. rsrs *--*
Encontre esse livro no link (esse foi o único que não encontrei em pdf): http://www.contandohistoria.com/a_formiguinha_e_a_neve.htm

E o livro "O Pequeno Príncipe"*? (E tão perfeito... Mergulhamos no mundo mágico.)

Na Literatura Brasileira, a dica é "Triste fim de Policarpo Quaresma"* de Lima Barreto.

Leia também "Felicidade Clandestina"*, de Clarice Lispector.

Encontrei esse "baú" de livros, quando me indicaram o livro de Clarice Lispector, então quero divulga-lo com vocês porque que uma riqueza dessa não pode ser ignorada! A Literatura Brasileira precisa ser divulgada! Não deixem de visitá-lo. Há vários livros lá que podem ser baixados livremente:  http://colegioriobrancoobjetivo.com.br/site/pags/livros.php


 - *Todos os livros aqui indicado são disponibilizados via internet de forma gratuita.



quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Costume



Eu costumava usar salto alto, até o dia em que torci o pé. Eu costumava sair sem guarda-chuva, até o dia em que choveu. Eu costumava dormir mascando chiclete, até o dia que acordei com o cabelo grudado. Eu costumava caminhar pela mesma estrada, até o dia em que a destruíram. Eu costumava pintar as unhas de vermelho, até o dia que o esmalte acabou. Eu costumava desenhar gente, até o dia que a ponta do lápis quebrou. Eu costumava sorrir para as crianças, até o dia em que vi uma chorando. Eu costumava contemplar a beleza do mar, até o dia em que o vi poluído. Eu costumava ouvir as mesmas músicas, até o dia em que aquela cantora morreu. Eu costumava fazer poesias para um amor, até o dia em que ele se foi. Eu costumava pentear meus lindos cabelos, até o dia em que os cortei. Eu costumava abraçar o travesseiro, até o dia em que ele não tinha mais seu cheiro. Eu costumava colher flores, até o dia em que a primavera acabou...
E ela não mais voltou,
E você não mais voltou,
E tudo mudou...
E eu aprendi a usar sapatilhas que machucam os pés. Aprendi a usar guarda-sol, mesmo quando não tem sol. Aprendi a odiar chicletes. Aprendi a caminhar pelos becos escuros. Aprendi a só usar esmalte preto. Aprendi a desenhar na areia. Aprendi a ser séria e distante. Aprendia fechar os olhos quando, de longe, avisto o mar. Aprendi a não gostar mais de músicas. Aprendi a desacreditar no amor. Aprendi a esconder meus cabelos. Aprendi a dormir sem travesseiro. Aprendi a não procurar mais flores.
E, finalmente, eu aprendi a esquecer dos meus amores.
E hoje não sinto mais dores, nem temores, nem fervores, nem rancores.
Tudo é questão de costume!

domingo, 7 de outubro de 2012

Tenha vários posts nas páginas do seu blog


Você sabe como colocar vários posts numa página que não seja a principal? Bom, eu descobri isso sem querer, mas sei que várias pessoas querem muito ter posts em várias páginas – eu também já quis, e ainda vou quero, estou planejando... rs’

Mas vamos lá!
Veja com é fácil:
1º você dever escolher (ou criar) o marcador usado em todas as postagens que você deseja que apareçam, quando os seus visitantes clicarem nessa página:

2º Ao criar a(s) postagem(s), adicionar um único marcador e publicá-la ainda na página principal, você deverá ir em  Design à Páginas à Nova página.

Siga o esquema abaixo:



Agora é só salvar e mover a página, que se encontra em oculto, para páginas:



Pronto, galera.
Espero que tenham sucesso!
(Lembrando que esse é meu primeiro tutorial, então vamos dá um crédito, né? rsrs')
Beijos.
Até mais!


segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Link-me!

Gente, o Blog Danni Caldas em Palavras já tem mais de dois anos e eu ainda não tinha criado um selo para divulgá-lo. Mas agora isso já foi resolvido! \õ/

Este post é para divulgar meu blog através do selo que crie a algum tempo, mas que ainda não tinha publicado. Espero que váaarios blogueiros link-me. rsrsrs' Afinal, essa é a vontade de todos que querem ter sucesso com seus blogs!

Desde já, peço desculpa pela baixa dinâmica do blog nos últimos dias, mas como eu já havia colocado na nossa Fan Page, a pós-greve na faculdade chegou bombando, não posso dá bobeira nesse fim de semestre!






Beijos a todos.
Não deixem de me linkar!
E façam também seus comentários!

domingo, 23 de setembro de 2012

Chega, Primavera!

Chega a primavera!         *---*
E eu me sinto estranha
- uma estranha diferente...
Deve ser porque as árvores começam florescer,
as flores exalam cheiros...
as borboletas chegam mais perto...
- eu aprendi a adorar as borboletas.

A harmonia da primavera deixa a vida mais colorida,
nem que seja por apenas alguns poucos meses,
mas que são o bastante para que nos sintamos
assim...
especiais,
por termos de graça as dádivas da natureza.

Uma beleza real
que enche as janelas,
seja de nossos olhos ou de nossos corações!




"A primavera chegará,
mesmo que ninguém saiba seu nome,
nem acredite no calendário,
nem possua jardim para recebê-la"

- Cecília Meireles.

domingo, 16 de setembro de 2012

Divulgação#

Caros, leitores! Como estão hoje? Espero que estejam bem, assim como eu. ;)

O post de hoje vai ser uma divulgação!

Minha mais nova parceira na blogosfera, Paty Macedo, do Blog Epifanias, está procurando um(a) parceiro(a) para juntar as ideias e completar um conto. Então, galera que gosta de escrever... está ai uma (ou mais) oportunidade de produzir mais um texto, mostrar e divulgar suas ideias!


Aqui abaixo você encontra o link da primeira parte do conto e o link da procura por parceiros, respectivamente:


Não deixem de visitar o blog, hein galera?! Fica a dica. =)

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Trago comigo...






























Eu sempre trago algo no bolso:
- seja um sorriso, um olhar, um abraço...
sejam lembranças, sonhos, desejos...
uma palavra, um silêncio...

Eu sempre trago comigo algo no bolso
trago migalhas, vestígios, respingos, retalhos...

de liberdade...

Eu sempre trago asas
por que voarei,
quando encontrar o primeiro precipício.


sábado, 8 de setembro de 2012

E de repente...



Com quem já aconteceu isso?
Comigo já aconteceu. Ano passado. E esse "avesso" está me fazendo um bem enorme! *---*

Ps: Te amo, namorado!

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Um novo me vem à cabeça

Ultimamente eu venho pensando muito em criar um novo blog ou site, ainda não sei especificamente o que... Estou fazendo algumas pesquisas e amadurecendo a ideia.Tentando ler mais [outros blogs e sites que tenham alguma relação ou nada em comum]. Eu gosto de muita coisa, e apesar de eu deixar claro que este blog seria utilizado para expor meus pensamentos, acho que ele não está totalmente adequado para a variedade assuntos que eu pretenda desenvolver.

Como vários dos meus seguidores e visitantes já sabem, eu sou estudante de Geografia da Universidade Federal de Alagoas - UFAL, e como futura geógrafa e universitária, sinto, nesse blog, falta de coisas um tanto quanto crítica, que provoque debate ou que ajudem, influencie, neles - apesar de eu não querer seguir carreira nessa área da Geografia, meu negócio é mais físico, ambiental, ecológico. Não estou querendo dizer que vou criar um blog especialmente para a área da Geografia, esse é só um dos pontos que me ajudou a pensar nessa ideia do novo.

Outra observação é o que vejo na blogosfera: os blogs femininos, postando coisas para "meninas", e os blogs masculinos postam coisas para "homens". Não gosto dessa apologia a diferenciação entre "assuntos" de homem e "assuntos" de mulher! #deixemos esse assunto para um futuro post, quiçá no novo blog. 

Eu quero juntar isso... Quero fazer várias coisas além das que vem sendo publicada aqui. Também penso em colocar um pouco de humor (sadio, sem preconceitos, sem machismo etc...), ousadia, responder e fazer perguntas... Eu amo meu esse blog aqui, eu amo meus textos, minhas poesias, reflexões, opiniões, meus sonetos, todas as minhas publicações, meu conto* que ainda não foi publicado e vários outros textos que ainda não foram finalizados; enfim, amo esse meu mundo literário, poético e ultimante até mais pessoal.

A verdade é que "Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo"♪

Quando criei esse blog, eu queria falar sobre meu mundo particular; na verdade eu ainda falo, falo por que eu tenho meu jeito próprio de criar, mesmo que estes não sejam totalmente sobre mim. E eu não pretendo mudar isso, pelo menos não aqui no Danni Caldas em Palavras. Por isso vou tentar o novo!

Desejo que essa ideia dê certo, pois estou bem animada. Mas nem por isso deixarei meu Primeiro Blog desaparecer da minha vida! Reunirei forças e criatividade para interagir nos dois. Isso aqui não é uma despedida, estou colocando aos meus leitores o que se passa em minha mente nesses últimos meses. Mas ainda tenho muito a analisar. Mais novidades sobre esse assunto, claro que deixarei vocês informados. rsrs'


Por hoje é só. =)


*noticia em primeira mão, meu primeiro conto está quase pronto, vou revisá-lo e digitar para publicá-lo nos próximos dias. Aguardem!


sábado, 25 de agosto de 2012

9 dicas para não ser uma pessoa inconveniente



1 - Não converse cutucando os outros;
2 - Não chegue à casa de alguém nas horas das refeições e se for impossível, não fique no local da refeição;
3 - Não faça perguntas indiscretas;
4 - Falar sempre do mesmo assunto nem pensar!
5 - Quando pedir algo emprestado, lembre-se: Emprestado NÃO é dado!
6 - Nada de Babação de ovo.
7 - Não faça comentário vulgar, principalmente na frente de pessoas mais velhas;
8 - Vá à casa de um(a) suposto(a) “amigo(a)”, mas não esqueça de voltar para casa!
9 - Não fique tentado mostrar o quando você é inteligente, educado, crítico, lindo, perfumado, tem livros, roupas e sapatos que custaram tantas centenas de reais, de longe percebe-se o quanto você é “humilde”!

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Todo fim de tarde



No meio do silêncio, no meio  da confusão;
quando sinto saudade, no meio da escuridão...
Ela vem junto aos questionamentos, vem com as fragilidades,
vem junto com os sonhos e vem com a realidade.

Ela vem com o frio, vem com os personagens,
com as músicas, vem com os filmes e as paisagens.
Ela nasce todo fim de tarde...
quando o sol aparece pela metade.

Quando eu fecho os olhos, quando sinto o aroma da beleza;
quando admiro os pássaros e a chuva em sua sutileza.
Quando o som do mar está perto,
quando o sorriso não é discreto.

Com os desenho em preto e branco,
quando cada traçado se mostra tão franco.
Ela vem no meio do nada, vem do coração;
com a mente aberta, é assim a inspiração!

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

22 de Agosto: Dia do Folclore


Todo mundo aprendeu na escola, desde criança que palavra folclore é derivada das palavras “folk" e "lore”, que significam povo e conhecimento.

Para quem não lembra, hoje dia 22 de Agosto é o dia do Folclore! \o/

No Brasil, folclore se originou através da mistura de diferentes raças, como dos índios, dos negros e dos brancos que colonizaram nossa terra. A mistura dos conhecimentos de cada uma dessas raças foi sendo transmitida para as outras, formando nossa identidade cultural.

Entre os personagens folclóricos mais conhecidos da nossa cultura são: o Curupira; o Saci-Pererê; o Boto e a mula-sem-cabeça. E você conhece outros?
No folclore específico de Alagoas, temos várias danças, entre elas o Maracatu e o Guerreiro. Nosso Estado deve e merece ser bastante divulgado pelas coisas boas que nele existe!




No link abaixo você encontra outras fotografias de várias outras danças que representam o folclore de Alagoas:

domingo, 19 de agosto de 2012

Meia Noite em Paris - Ideias Particulares.

Para tudo, gente!
Alguém ai já assistiu o filme "Meia noite em Paris"? Tá, eu sei que é um filme lançado ano passado (2011), mas só foi na ultima sexta-feira (17) que eu assisti. Para quem gosta ou sonha com Paris, para quem gosta de literatura, cultura (francesa ou não), para quem gosta de criar, fantasiar, fotografar... Ah, o filme é realmente uma "torre" de inspiração!
Para quem ainda está no colégio, cursando as disciplinas de arte e literatura e se interessa pelo assunto, vai curtir os diálogos. Para quem não está no colégio e/ou não tem conhecimento algum de alguns dos temas já citados aqui, é bom ler alguma coisa (antes de ver o filme) sobre o Movimento Surrealista, Pablo Picasso, F. Scott Fitzgerald e Salvador Dalí.

 O personagem Gil (Owen Wilson) faz comentários poéticos sobre a beleza da cidade. Não contarei detalhes do filme, mas muita gente também gostaria de passar o restos de seus dia na linda cidade de Paris; e outros iriam descobrir, assim como no filme, que as coisas devem ser como realmente são, a "viagem" é  perfeita... inspiradora... Mas o melhor lugar ainda é o presente!

Enfim, vai ficar aqui a recomendação desse filme maravilhoso. Espero que quem ler esse comentário, assim como eu também goste do filme. Lembrando que só a paisagem de Paris (no meu caso e por enquanto, ainda que não presencial) é belíssima! E as cenas parisienses pelo dia e a noite fizeram questão de deixar os amantes da Cidade Luz babando, com os olhos brilhando.

E aqui deixo uma sequência de duas foto do filme que me deixaram completamente com vontade de pular na tela e entrar no filme.




Como referência, deixo os seguintes links:


Para complementações, leiam também:
http://almanaque.folha.uol.com.br/moda_05mai1929.htm

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

O que os lábios abrigam



O calor que te devoras
É o mesmo que ela sente
O suor em ti evidente
É mesmo que nela desliza
Em pensamentos já idealiza
O desejo que te afloras
Nela se define tão contente
Por teu corpo todo incandescente
Os lábios dela abrigam
O vermelho que teus olhos intrigam
Cabelo solto desleixado
Contrasta com teu corpo bem desenhado
Um pulso forte para desvendar
De uma mulher, os mistérios no olhar
Abaixei a vista, me tive desatento
Enquanto passava o insano vento
Fingindo ser outro qualquer
Porém levou este homem àquela mulher!

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Ligas dos Blogueiros de Alagoas

Há alguns dias, eu estava navegando na blogosfera e encontrei um blog que divulgava algumas campanhas, campanhas contra maltrato de animais, contra plágios e outros... Como fico em vários sites ao mesmo tempo, entrei num blog de uma garota da cidade de Capela - AL, isso pra mim foi muito legal, não é frequente ver ou ler blogs de conterrâneos de Alagoas; dai tive a ideia de procurar comunidades com o intuito de reunir blogueiros de nosso Estado que é lindo, apesar dos pesares.
Pesquisei alguma coisa sobre blogueiros de alagoas, encontrei um blog com esse tema, mas não era uma "comunidade", não era um grupo que se reunia e discutia, mesmo que on-line sobre blogs, sobre alagoas e outros temas que nos une. Achei isso muito triste!
Segundo a SEPLANDE (Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico), o Primeiro Prêmio Alagoanos de Blogs ocorreu em dezembro de 2010. Entre sites pesquisados descobri que o 1º Encontro de Blogueiros de Alagoas ocorreu ano passado, no mês de fevereiro (12/02/2011) e que  já foi realizado o 4º Encontro de Blogueiros de Alagoas. Os encontros foram realizados gratuitamente na cidade de Maceió.
Só que os assuntos abordados, pelo que li, ainda não são totalmente variáveis. Os temas abordados são cultura alagoana, acesso a informática, cultura digital, temas importantes e interessantes, porém, e os blogueiros de jogos, de literatura, de música, de make's, de modas, de poesias, de temas da atualidades, de temas religiosos, etc.; e  todos nós???

Com isso, na hora de dormir, fiquei pensando... pensando... e resolvi fazer uma campanha:


Levei três dias pra criar os slongs, banners, selos, como queiram chamar... Espero que tenha sucesso nessa divulgação. E que a blogosfera de Alagoas se unam nessa disseminação de conhecimentos, fatos e dicas, para que possamos um, encorajar os outros e juntos termos o reconhecimento necessário de nossa dedicação ao mundo da blogosfera, que ultrapassa os limites da via digital e se espalha no dia a dia de várias pessoas.

Aqui está disponível o selo dessa campanha, leve-o com seu blog, copiando o link abaixo e divulgue. A intenção é unir os blogueiros de nosso Estado.










quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Outro ponto




E quando nos afastamos, vemos as coisas com outro ponto de vista...
Não sei se é porque as pessoas sentem nossa falta...
 e se fecham;

Ou se sempre foi assim,
E só percebemos quando nos distanciamos.



segunda-feira, 30 de julho de 2012

Perdoe-o



Perdoe este pequeno anjo que não aprendeu a esquecer o passado. Perdoe este pequeno anjo que sempre viveu num mundo imaginário, criando suas próprias censuras e em silêncio provando o gosto forte da amargura.
Um anjo que, contudo nunca livrou-se das feridas que sangrava e com o tempo só as acumulava. Não queira causar-lhe mais uma dor ao desatinar outra desilusão. Não. Não seja tão rude e sem paixão.
Você não imagina a vida solitária de um guarda que muito vê e pouco fala. Você não imagina o coração que palpita forte e constante quando lembranças desequilibram seu presente.
Perdoe um anjo que sujeitara inocentemente a não conhecer a flor que desabrocha num coração apaixonado por que nunca encontrara quem quisesse rega-la.

Este é um anjo...

Um anjo tão inocente de nunca ter o amor nas mãos; até hoje não livrou-se desse sentimento, que ele acredita ser mágico e perfeito como um filme de romance de férias, com final feliz.

Perdoe-o por ser apenas um anjo.

Ele é só mais um anjo que não se cansa de procurar
No céu, no infinito, nos sonhos, no mar...
Pobre anjo que anda a procurar...
Sabe Deus o que ele pode achar...
Chora sem motivos e sorrir sem vontade, sonha com medo e foi obrigado a se afastar dos próprios desejos.

Você não consegue imaginar o sangue derramado de um coração encharcado de ilusão. Você não imagina a angústia de uma alma sem reflexos de felicidade.

Este é um anjo...

Perdoe-o por ser...

Ele é só mais um anjo que ainda não cansou porque acredita...

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Frases ensaiadas

Antes de dormir eu costumo pensar em algumas coisas que aconteceram no me dia, assim como qualquer pessoa normal. Só que eu meu caso é diferente, fico pensando no que eu deveria e no que eu poderia ter falado em determinadas circunstâncias...

É, é o que você merece mesmo. Não quero mais ficar com você. Eu preciso de você. Desisto de lutar para ficarmos juntos. Vou tentar esquecer aquele passado fantasioso que eu sempre enxerguei por conta própria. A cada dia mais me convenço de não saber qual é a atitude certa a tomar. Não vou chorar. Não quero mais pensar nisso. Vou pensar. Não quero saber de notícias suas. Não sou uma pessoa tão boa assim. Minhas dúvidas, deixo-as todas escondidas. Estou mudando e você não consegue perceber isso. De quem foi a culpa? É uma pena. O tempo passa, meu bem! É uma pena que tudo tenha sido tão diferente. Por que eu não te procurei? Por que eu deixei de ser feliz para buscar uma resposta que não me agrada até hoje? É que meu orgulho me impediu. Por que você não me procurou? Não peço desculpas. Será que esse é o fim? Eu não quero. Eu te quero. Não vale a pena. E te espero. Eu não me desespero. Isso passa. Eu já encontrei o meu amor. É tão complicado de explicar. Será que é mesmo o meu amor? Onde estar o amor? Me abrace. Vou te abraçar bem forte. É tão bom ter você por perto. Sair do meu pensamento! Como é bom ficar com você. Que saudades eu estava sentindo. Por que você não me liga? Por que você não se liga? Não vou olhar pra trás. Eu me importo como você. Os meus olhos te mostram o quanto eu te quero. Como é difícil sentir o adeus sem mencionar nenhuma palavra. Eu não digo mais nada. Eu te amo.


terça-feira, 17 de julho de 2012

O que eu mais gosto



Um dia ele me perguntou o que eu mais gosto nele e, ouvindo aquela indagação, me passou todas as coisas que já vivemos juntos, sorri e tentei responder:

Eu gosto de estar perto de você, gosto quando te abraço e você corresponde. Gosto de fazer carinho no seu rosto e, quando faço, você fecha os olhos para sentir meu toque. Eu gosto quando você fecha os olhos e fica sorrindo... um sorriso apaixonado. Eu gosto de sentir o seu cheiro e viajo somente olhando o desenho de seus lábios. Gosto quando deito no seu colo e você mexe nos meus cabelos. Gosto quando você fica em silêncio me olhando e quando pergunto o que houve, você responde que não é nada, apenas está olhando sua namorada. Eu gosto você me liga dizendo que está com saudades. Gosto porque não me sinto mais só, gosto por que sei que é tudo de verdade.

Uma coisa que eu não disse é que não importa o quanto eu responda, sempre vai ter coisas que não vão ser ditas, por que todo o amor, todo o gostar não se traduz em palavras.


quinta-feira, 12 de julho de 2012

Feliz aniversário, baby.



Ontem foi seu aniversário, há tempos eu fiz questão de esquecer.
Mas por uma ironia do destino, ontem, antes de dormir, por algum motivo que ainda não tenho certeza, eu lembrei involuntariamente. Eu não marquei no calendário, eu não marquei na minha agenda, eu não marquei no meu celular. Fiz questão de deixar você esquecido no meu inconsciente. Mas ontem, alguém me deu a notícia de seu aniversário.

É engraçado mesmo, por que eu estava pensando em te dá meus parabéns. E te desejar muito anos de vida e que no meio da sua festa surpresa, bem na hora de apagar as velinhas você lembre de mim. Lembre de como você me tratava e sinta-se culpado, sinta-se um lixo. Desejo muito anos de vida, desejo mesmo, desejo por que quero que você veja minha felicidade e como eu estou tão bem sem você!
Queria até está no seu aniversario de propor um brinde!

"Um brinde a sua longa existência para assistir minha vida social bem sucedida, uma vida pessoal indo de vento em poupa e o meu relacionamento amoroso bem melhor do que ele poderia ser se eu estivesse com você"

E desejo do fundo do meu coração que você pense nessas palavras todos os dias. Mas não quero que você viva para sofrer. Quero que você viva para ver. Ver as bobagens que você fez comigo e me fez também apagar qualquer sentimento por você.

Então, com esse desabafo, me despeço de você.
Tenha um feliz aniversário! E nunca, nunca esqueça de mim, é o que eu desejo para você. Passar bem!

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Perto do amor

Hoje eu tenho um segredo para contar. Não importa o que vai acontecer depois, só quero dizer que não foi em vão.

Quero te dizer que já rezei e pedi a Deus para você não desistir de mim porque eu ainda te amo, porque eu penso em você sempre. E quando olho a linha do horizonte, no meu futuro, você está lá, ao meu lado, sorrindo e me abraçando... Numa felicidade que só nós dois sabemos, que só nós dois entendemos...

Pedi para você não desistir de mim porque é com você que eu me sinto uma pessoa melhor, me sinto mais humana, mais perto do amor; é com você que eu rio à toa e é com você que eu quero ficar. É você que me faz sonhar...
Te amo. Não desiste de mim porque eu te amo!


PS: Talvez, um Anônimo agora, mas que você deixou conhecer seu coração.

Adaptação 2012.

"Pra fazer poesia
tem que ter inspiração,

Se forçar...
Nunca vai ficar boa" - Vinícius de Moraes.

"Enquanto Eu tiver perguntas e não haver respostas... Continuarei a escrever"

- Clarice Lispector.

Meu mundo infinito particular:

Eu, somente eu
Escrito por mim sozinho
Ninguém mais do que eu
Minha voz, sou eu sozinho

De fato é difícil conviver assim
Com tudo aquilo que eu quero de mim
De fato é pesado ter que aceitar
Toda a realidade que sinto no ar

Por isso a poesia não me abandonou
nunca Me deixou
Por isso a poesia não me abandonou
nunca me deixou - A Poesia e Eu #Catedral.


Música e poesia, uma combinação perfeita para que eu entre nesse meu mundo particular, onde a natureza faz rimas só pra mim, e eu vivo infinitas possibilidades.

Inscreva-se

FeedBurner FeedCount

NOTA

A maioria das imagens inseridas nas postagens deste blog são retiradas da internet, sem a menor intenção de adquirir os direitos autorais destas. Assim, se alguém sentir-se prejudicado ou incomodado com o uso de sua imagem, entre em contato* e a imagem receberá os devidos créditos ou será retirada deste blog, como o possuidor dos direitos desejar.

*Ver aba de contatos.