domingo, 19 de agosto de 2012

Meia Noite em Paris - Ideias Particulares.

Para tudo, gente!
Alguém ai já assistiu o filme "Meia noite em Paris"? Tá, eu sei que é um filme lançado ano passado (2011), mas só foi na ultima sexta-feira (17) que eu assisti. Para quem gosta ou sonha com Paris, para quem gosta de literatura, cultura (francesa ou não), para quem gosta de criar, fantasiar, fotografar... Ah, o filme é realmente uma "torre" de inspiração!
Para quem ainda está no colégio, cursando as disciplinas de arte e literatura e se interessa pelo assunto, vai curtir os diálogos. Para quem não está no colégio e/ou não tem conhecimento algum de alguns dos temas já citados aqui, é bom ler alguma coisa (antes de ver o filme) sobre o Movimento Surrealista, Pablo Picasso, F. Scott Fitzgerald e Salvador Dalí.

 O personagem Gil (Owen Wilson) faz comentários poéticos sobre a beleza da cidade. Não contarei detalhes do filme, mas muita gente também gostaria de passar o restos de seus dia na linda cidade de Paris; e outros iriam descobrir, assim como no filme, que as coisas devem ser como realmente são, a "viagem" é  perfeita... inspiradora... Mas o melhor lugar ainda é o presente!

Enfim, vai ficar aqui a recomendação desse filme maravilhoso. Espero que quem ler esse comentário, assim como eu também goste do filme. Lembrando que só a paisagem de Paris (no meu caso e por enquanto, ainda que não presencial) é belíssima! E as cenas parisienses pelo dia e a noite fizeram questão de deixar os amantes da Cidade Luz babando, com os olhos brilhando.

E aqui deixo uma sequência de duas foto do filme que me deixaram completamente com vontade de pular na tela e entrar no filme.




Como referência, deixo os seguintes links:


Para complementações, leiam também:
http://almanaque.folha.uol.com.br/moda_05mai1929.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por interagir no blog.
Seja sempre bem-vindo e comente o quanto quiser!

"Pra fazer poesia
tem que ter inspiração,

Se forçar...
Nunca vai ficar boa" - Vinícius de Moraes.

"Enquanto Eu tiver perguntas e não haver respostas... Continuarei a escrever"

- Clarice Lispector.

Meu mundo infinito particular:

Eu, somente eu
Escrito por mim sozinho
Ninguém mais do que eu
Minha voz, sou eu sozinho

De fato é difícil conviver assim
Com tudo aquilo que eu quero de mim
De fato é pesado ter que aceitar
Toda a realidade que sinto no ar

Por isso a poesia não me abandonou
nunca Me deixou
Por isso a poesia não me abandonou
nunca me deixou - A Poesia e Eu #Catedral.


Música e poesia, uma combinação perfeita para que eu entre nesse meu mundo particular, onde a natureza faz rimas só pra mim, e eu vivo infinitas possibilidades.

Inscreva-se

FeedBurner FeedCount

NOTA

A maioria das imagens inseridas nas postagens deste blog são retiradas da internet, sem a menor intenção de adquirir os direitos autorais destas. Assim, se alguém sentir-se prejudicado ou incomodado com o uso de sua imagem, entre em contato* e a imagem receberá os devidos créditos ou será retirada deste blog, como o possuidor dos direitos desejar.

*Ver aba de contatos.