quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Dica de livros

No ultimo dia 29 foi o dia do livro.
Tudo mundo ficou sabendo, seja pela internet, no Facebook... seja pela TV. Enfim, por motivos acadêmicos, eu não pude desejar um "Feliz Dia do Livro" a todos vocês, mas hoje vou fazer uma coisa também bem legal.
E essa é indicar uns livros pra vocês.
Ler é realmente uma maneira de viajar na nossa imaginação, exitando-a e aprendendo cada vez mais!

Sobre os livros:
Conhecem a história "A formiguinha e a Neve"?
Esse livro marcou minha infância, até hoje eu sei umas falas da formiguinha. rsrs *--*
Encontre esse livro no link (esse foi o único que não encontrei em pdf): http://www.contandohistoria.com/a_formiguinha_e_a_neve.htm

E o livro "O Pequeno Príncipe"*? (E tão perfeito... Mergulhamos no mundo mágico.)

Na Literatura Brasileira, a dica é "Triste fim de Policarpo Quaresma"* de Lima Barreto.

Leia também "Felicidade Clandestina"*, de Clarice Lispector.

Encontrei esse "baú" de livros, quando me indicaram o livro de Clarice Lispector, então quero divulga-lo com vocês porque que uma riqueza dessa não pode ser ignorada! A Literatura Brasileira precisa ser divulgada! Não deixem de visitá-lo. Há vários livros lá que podem ser baixados livremente:  http://colegioriobrancoobjetivo.com.br/site/pags/livros.php


 - *Todos os livros aqui indicado são disponibilizados via internet de forma gratuita.



quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Costume



Eu costumava usar salto alto, até o dia em que torci o pé. Eu costumava sair sem guarda-chuva, até o dia em que choveu. Eu costumava dormir mascando chiclete, até o dia que acordei com o cabelo grudado. Eu costumava caminhar pela mesma estrada, até o dia em que a destruíram. Eu costumava pintar as unhas de vermelho, até o dia que o esmalte acabou. Eu costumava desenhar gente, até o dia que a ponta do lápis quebrou. Eu costumava sorrir para as crianças, até o dia em que vi uma chorando. Eu costumava contemplar a beleza do mar, até o dia em que o vi poluído. Eu costumava ouvir as mesmas músicas, até o dia em que aquela cantora morreu. Eu costumava fazer poesias para um amor, até o dia em que ele se foi. Eu costumava pentear meus lindos cabelos, até o dia em que os cortei. Eu costumava abraçar o travesseiro, até o dia em que ele não tinha mais seu cheiro. Eu costumava colher flores, até o dia em que a primavera acabou...
E ela não mais voltou,
E você não mais voltou,
E tudo mudou...
E eu aprendi a usar sapatilhas que machucam os pés. Aprendi a usar guarda-sol, mesmo quando não tem sol. Aprendi a odiar chicletes. Aprendi a caminhar pelos becos escuros. Aprendi a só usar esmalte preto. Aprendi a desenhar na areia. Aprendi a ser séria e distante. Aprendia fechar os olhos quando, de longe, avisto o mar. Aprendi a não gostar mais de músicas. Aprendi a desacreditar no amor. Aprendi a esconder meus cabelos. Aprendi a dormir sem travesseiro. Aprendi a não procurar mais flores.
E, finalmente, eu aprendi a esquecer dos meus amores.
E hoje não sinto mais dores, nem temores, nem fervores, nem rancores.
Tudo é questão de costume!

domingo, 7 de outubro de 2012

Tenha vários posts nas páginas do seu blog


Você sabe como colocar vários posts numa página que não seja a principal? Bom, eu descobri isso sem querer, mas sei que várias pessoas querem muito ter posts em várias páginas – eu também já quis, e ainda vou quero, estou planejando... rs’

Mas vamos lá!
Veja com é fácil:
1º você dever escolher (ou criar) o marcador usado em todas as postagens que você deseja que apareçam, quando os seus visitantes clicarem nessa página:

2º Ao criar a(s) postagem(s), adicionar um único marcador e publicá-la ainda na página principal, você deverá ir em  Design à Páginas à Nova página.

Siga o esquema abaixo:



Agora é só salvar e mover a página, que se encontra em oculto, para páginas:



Pronto, galera.
Espero que tenham sucesso!
(Lembrando que esse é meu primeiro tutorial, então vamos dá um crédito, né? rsrs')
Beijos.
Até mais!


segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Link-me!

Gente, o Blog Danni Caldas em Palavras já tem mais de dois anos e eu ainda não tinha criado um selo para divulgá-lo. Mas agora isso já foi resolvido! \õ/

Este post é para divulgar meu blog através do selo que crie a algum tempo, mas que ainda não tinha publicado. Espero que váaarios blogueiros link-me. rsrsrs' Afinal, essa é a vontade de todos que querem ter sucesso com seus blogs!

Desde já, peço desculpa pela baixa dinâmica do blog nos últimos dias, mas como eu já havia colocado na nossa Fan Page, a pós-greve na faculdade chegou bombando, não posso dá bobeira nesse fim de semestre!






Beijos a todos.
Não deixem de me linkar!
E façam também seus comentários!

"Pra fazer poesia
tem que ter inspiração,

Se forçar...
Nunca vai ficar boa" - Vinícius de Moraes.

"Enquanto Eu tiver perguntas e não haver respostas... Continuarei a escrever"

- Clarice Lispector.

Meu mundo infinito particular:

Eu, somente eu
Escrito por mim sozinho
Ninguém mais do que eu
Minha voz, sou eu sozinho

De fato é difícil conviver assim
Com tudo aquilo que eu quero de mim
De fato é pesado ter que aceitar
Toda a realidade que sinto no ar

Por isso a poesia não me abandonou
nunca Me deixou
Por isso a poesia não me abandonou
nunca me deixou - A Poesia e Eu #Catedral.


Música e poesia, uma combinação perfeita para que eu entre nesse meu mundo particular, onde a natureza faz rimas só pra mim, e eu vivo infinitas possibilidades.

Inscreva-se

FeedBurner FeedCount

NOTA

A maioria das imagens inseridas nas postagens deste blog são retiradas da internet, sem a menor intenção de adquirir os direitos autorais destas. Assim, se alguém sentir-se prejudicado ou incomodado com o uso de sua imagem, entre em contato* e a imagem receberá os devidos créditos ou será retirada deste blog, como o possuidor dos direitos desejar.

*Ver aba de contatos.