sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Carta de adeus.

Querido,


Desculpa eu não poder te perdoar. É que o meu coração já não consegue mais sentir esse sentimento tão lindo que é o perdão!
De tantas vezes que eu já sofri, e já chorei, e já me arrependi, e já perdoei, e me machuquei novamente, esse coração que pulsa aqui aprendeu não confiar novamente em quem comete os mesmos erros dos quais eu já fui vítima.

Desculpa eu não poder mais te amar. É que meu coração já amou tantas vezes a pessoa perfeita. A pessoa perfeitamente errada!
De tantos os amores que eu já senti, de tantas as vezes que eu já me iludi, e ouvir promessas utópicas, e destinos forjados, esse coração congelou.

É tão engraçado eu te pedir desculpa, te falando que não posso te desculpar. Talvez você não entenda...
É, você realmente não irá entender... Quem passou por tudo fui eu, quem não conseguiu, por várias noites, dormir, fui eu. Quem levantava de manhã, com os olhos inchados era eu. Realmente você não vai entender.

Siga sua vida, encontre outro alguém, e, dessa vez, não cometa os mesmos erros. Não faça outro alguém sofrer também.

Adeus!

"Pra fazer poesia
tem que ter inspiração,

Se forçar...
Nunca vai ficar boa" - Vinícius de Moraes.

"Enquanto Eu tiver perguntas e não haver respostas... Continuarei a escrever"

- Clarice Lispector.

Meu mundo infinito particular:

Eu, somente eu
Escrito por mim sozinho
Ninguém mais do que eu
Minha voz, sou eu sozinho

De fato é difícil conviver assim
Com tudo aquilo que eu quero de mim
De fato é pesado ter que aceitar
Toda a realidade que sinto no ar

Por isso a poesia não me abandonou
nunca Me deixou
Por isso a poesia não me abandonou
nunca me deixou - A Poesia e Eu #Catedral.


Música e poesia, uma combinação perfeita para que eu entre nesse meu mundo particular, onde a natureza faz rimas só pra mim, e eu vivo infinitas possibilidades.

Inscreva-se

FeedBurner FeedCount

NOTA

A maioria das imagens inseridas nas postagens deste blog são retiradas da internet, sem a menor intenção de adquirir os direitos autorais destas. Assim, se alguém sentir-se prejudicado ou incomodado com o uso de sua imagem, entre em contato* e a imagem receberá os devidos créditos ou será retirada deste blog, como o possuidor dos direitos desejar.

*Ver aba de contatos.