quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Não consegui

Parei de contar
porque o dia- tão esperado -nunca ia chegar.
Parei de esperar
porque o melhor presente eu não ia ganhar.
Parei de falar
porque cada palavra só se fazia ecoar.
Parei de ouvir
porque não conseguia mais dormir.
Parei de me iludir
porque eu não te encontrei aqui.
Parei de fugir
porque eu não poderia me divertir.
Parei de ler
porque eu não queria tentar entender.
Parei de prever
porque eu suplicava te ver.
Parei de querer
porque eu não conseguia te ter

Só não consegui parar de lembrar, nem de caminhar
porque nas várias estradas da vida eu posso te encontrar;

Só não consegui parar de existir, nem de sentir
porque seu perfume ainda me faz reagir;

Só não consegui parar de viver, nem de escrever
porque encontro em você a certeza que me faz fortalecer.

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

No silêncio

Toda vez que estou em silêncio,
eu percebo sua falta e
fico imaginando se você estivesse comigo.
Fico imaginando os abraços que você me daria,
os sorrisos sinceros que de seus rosto saíram,
o olhar apaixonado que em você eu viria...
Eu tocando tua pele macia e
sentindo teu calor... a temperatura
de um corpo embriagado de amor.
A batida forte de teu coração
por está com seu melhor presente,
por eu está a seu lado.

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

As palavras são pra você


Quando não restar mais nada...
eu quero que você volte para mim.
Agora eu estou quase bem
De você eu já me curei...
O que hoje eu sinto é tão bom...
Fico feliz...
Mas quando bate a tristeza
das coisas que eu vivo
E eu vejo você  ali, na caixinha de vidro fechada...
Pulando, pulando...
Vivendo ali, às vezes olha para mim.
Eu rio para você
Eu sempre rio para você.
Talvez, eu penso, você vai sempre estar por aqui.
Eu não digo que te amo, mas espero que você esteja por perto.
Eu não escrevo mais para você
Mas o que é que eu estou fazendo agora?
Ouço você falar de um amor,
isso não me doe.
Eu lembro que já te amei e que você também me amou também.
Eu fico feliz...
Fico feliz por saber de seu amor e de sua memória... por mim.
Na felicidade só queremos estar sorrindo e é o que fazemos.
Na tristeza, vem uma escuridão que se finca no coração...
Quanto tempo pode durar? Como faço para isso passar? Por que a felicidade demora para voltar?
Meu novo caminho é parecido com você, mas é tão diferente...
Me deixa feliz quando chama "Amor".
Me deixa tristes quando vejo a falta que me deixou.
Caminho estranho de andar,
não sei até onde vou chegar.
Não sei por quanto tempo vou caminhar.
E tudo isso, porquê? Por que ainda quero você aqui, no final?

"Pra fazer poesia
tem que ter inspiração,

Se forçar...
Nunca vai ficar boa" - Vinícius de Moraes.

"Enquanto Eu tiver perguntas e não haver respostas... Continuarei a escrever"

- Clarice Lispector.

Meu mundo infinito particular:

Eu, somente eu
Escrito por mim sozinho
Ninguém mais do que eu
Minha voz, sou eu sozinho

De fato é difícil conviver assim
Com tudo aquilo que eu quero de mim
De fato é pesado ter que aceitar
Toda a realidade que sinto no ar

Por isso a poesia não me abandonou
nunca Me deixou
Por isso a poesia não me abandonou
nunca me deixou - A Poesia e Eu #Catedral.


Música e poesia, uma combinação perfeita para que eu entre nesse meu mundo particular, onde a natureza faz rimas só pra mim, e eu vivo infinitas possibilidades.

Inscreva-se

FeedBurner FeedCount

NOTA

A maioria das imagens inseridas nas postagens deste blog são retiradas da internet, sem a menor intenção de adquirir os direitos autorais destas. Assim, se alguém sentir-se prejudicado ou incomodado com o uso de sua imagem, entre em contato* e a imagem receberá os devidos créditos ou será retirada deste blog, como o possuidor dos direitos desejar.

*Ver aba de contatos.