terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Fim de ano♫

Como fiz no último dia de 2012, hoje também vou postar uma música que inspire coisas boas para o ano novo:



Estou vendo filme
Cada estrada que passei
Cada história que eu vivi
Os futuros que sonhei
Cada dia, cada mês
Cada estação que eu dividi com vocês
Abri meu coração
Se um dia alguém falou
Que o que foi não volta mais

A vida continua a escolha é sua
Sou feliz de olhar pra trás
Como não lembrar de vocês
Como não chorar outra vez
Só de lembrar
Poder te abraçar
Se a estrada se abrir
E eu tiver que seguir
Vou levar comigo cada amor de amigo
Como não querer de novo
Posso até ser bobo com vocês
Viveria tudo outra vez
Portas se abriram
Tive dias de frio
História surgindo
Corações se unindo
Cada choro
Cada riso
Cada emoção que eu dividi com vocês
Abri meu coração
Se um dia alguém falou
Que o que foi não volta mais
A vida continua a escolha é sua
Sou feliz de olhar pra trás
Como não lembrar de vocês
Como não chorar outra vez
Só de lembrar
Poder te abraçar
E os laços que eu plantei
Que formaram raízes no meu chão
Vou colher por toda vida amigos do meu coração
E se o mundo te esquecer
Quando o dia amanhecer
Quero estar aqui também
Vamos juntos pro ano que vem

Como não lembrar de vocês
Como não chorar outra vez
Só de lembrar
Poder te abraçar
Se a estrada se abrir
E eu tiver que seguir
Vou levar comigo cada amor de amigo
Como não querer de novo
Posso até ser bobo com vocês
Viveria tudo outra vez


Ouça a música pelo Letras.

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Se for verdade...




E se for verdade que o amor te envolveu,
eu ficarei triste por ele não te envolver comigo.
Mas tentarei ficar bem,
mesmo sem saber como.
E se for verdade as coisas que tenho ouvido na ultima semana,
eu sei que não poderei voltar atrás.
Sei que pude sorrir ao sonhar contigo
e pude ser como eu quis, na tua noite bela...
A falta de teus abraços me será angustiante,
e sentirei mais por não poder me encontrar ao te olhar...
Com a mesma emoção de tempos atrás,
guardarei o nosso tempo.
E das promessas...
Ah,
o tempo é Rei
e o vento segue suas ordens.


quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Vamos de All Star?

Olá, pessoas?!
O papo de hoje é All Star.
Vamos falar sério, todo mundo adora All Star! (tá, verdade que há algumas pessoas que não gostam, né? Vai entender...)
Mas enfim... All Star é super da moda - sempre, é confortável, estiloso, descolado, jovem, clássico, fashion, enfim... Uma paixão!

Eu tenho apenas dois, um que eu branco e um cano baixo que eu adoooorooo! Mas hoje o post não é sobre eles. rá!
Mas minha vontade é de ter pelo menos uns 4. haha'  =P

Selecionei uns para mostrar a vocês.
Provei um desse SUIT HI PRETO (abaixo) quando comprei o meu cano baixo, é show mesmo! Pena que não tinha meu número. ='(  



O All Star também veio trazendo uma nova roupagem... os Plataformas! Agora eles têm 5 centímetros a mais. Olha só:
 
Quem me conhece sabe muito bem que eu adoro roxo, violeta, lilás... enfim... tudo que se enquadre nessas cores, e com All Star não seria diferente, né? \õ/
Esses aqui são minha promessa de compra. Amo roxo!


 Um desses dois é o meu novo sonho de consumo! *--*


Os Skidgrip são super #daHora mesmo. 




Os mais simples também continuam com tudo, o pessoal costuma usá-los muito para ir a escola, passeio no parque, cinema e outros vários lugares.

  


Então fica compartilhado com vocês mais uma de minhas paixõezinhas. =D
E você com qual mais se identificou? Diz ai, quero saber qual é seu preferidos.


sábado, 19 de outubro de 2013

Centenário de Vinicius de Moraes

Nesta data 19 de outubro de 2013, Vinicius de Moraes completaria seus 100 anos de vida. *O*
Quem dera ele estivesse vivo para comemorar com mais um de seus fantásticos poemas.
Seguidores do meu blog, sabe muito bem que eu sou super fã de sonetos, e consequentemente de Vinicius, já que ele escrevia sonetos maravilhosos.

E eu estava até ansiosa para fazer um post nesse dias, vocês acreditam? rsrsrs'
Porém, nesse dia eu quis fazer diferente... não postando um soneto, mas um poema inspirador, pra mim.



O HAVER

Rio de Janeiro , 2004

Resta, acima de tudo, essa capacidade de ternura
Essa intimidade perfeita com o silêncio
Resta essa voz íntima pedindo perdão por tudo
- Perdoai-os! porque eles não têm culpa de ter nascido...

Resta esse antigo respeito pela noite, esse falar baixo
Essa mão que tateia antes de ter, esse medo
De ferir tocando, essa forte mão de homem
Cheia de mansidão para com tudo quanto existe.

Resta essa imobilidade, essa economia de gestos
Essa inércia cada vez maior diante do Infinito
Essa gagueira infantil de quem quer exprimir o inexprimível
Essa irredutível recusa à poesia não vivida.

Resta essa comunhão com os sons, esse sentimento
Da matéria em repouso, essa angústia da simultaneidade
Do tempo, essa lenta decomposição poética
Em busca de uma só vida, uma só morte, um só Vinicius.

Resta esse coração queimando como um círio
Numa catedral em ruínas, essa tristeza
Diante do cotidiano; ou essa súbita alegria
Ao ouvir passos na noite que se perdem sem história...

Resta essa vontade de chorar diante da beleza
Essa cólera em face da injustiça e do mal-entendido
Essa imensa piedade de si mesmo, essa imensa
Piedade de si mesmo e de sua força inútil.

Resta esse sentimento de infância subitamente desentranhado
De pequenos absurdos, essa capacidade
De rir à toa, esse ridículo desejo de ser útil
E essa coragem para comprometer-se sem necessidade.

Resta essa distração, essa disponibilidade, essa vagueza
De quem sabe que tudo já foi como será no vir-a-ser
E ao mesmo tempo essa vontade de servir, essa
Contemporaneidade com o amanhã dos que não tiveram ontem nem hoje.

Resta essa faculdade incoercível de sonhar
De transfigurar a realidade, dentro dessa incapacidade
De aceitá-la tal como é, e essa visão
Ampla dos acontecimentos, e essa impressionante

E desnecessária presciência, e essa memória anterior
De mundos inexistentes, e esse heroísmo
Estático, e essa pequenina luz indecifrável
A que às vezes os poetas dão o nome de esperança.

Resta esse desejo de sentir-se igual a todos
De refletir-se em olhares sem curiosidade e sem memória
Resta essa pobreza intrínseca, essa vaidade
De não querer ser príncipe senão do seu reino.

Resta esse diálogo cotidiano com a morte, essa curiosidade
Pelo momento a vir, quando, apressada
Ela virá me entreabrir a porta como uma velha amante
Mas recuará em véus ao ver-me junto à bem-amada...

Resta esse constante esforço para caminhar dentro do labirinto
Esse eterno levantar-se depois de cada queda
Essa busca de equilíbrio no fio da navalha
Essa terrível coragem diante do grande medo, e esse medo
Infantil de ter pequenas coragens.

-Vinicius de Moraes.


Essa semana acompanhei que várias escolas, programas de tv e cidades homenagearam nosso querido poeta, letrista, crítico, dramaturgo, roteirista, e diplomata Vinicius de Moraes. Até no Dooble do Google o "Poetinha" foi homenageado.




Saiba mais sobre Vinícius acessando o baita site que conta toda a sua vida e ainda tem várias e várias de suas poesias, basta clicar aqui.

Aguardo comentários e dicas de novos escritores!
Beijos para todos!

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Nova saudade

Seja como quiser ser.
Essa noite seria linda de qualquer forma,
bastaria que estivéssemos lá.
Nem precisava falar muita coisa...
Um olhar e uns sorrisos...
e o barulho dos pensamentos...
Que desejavam um dia inteiro naquela noite só.
E dois pedidos subentendidos de um abraço
-duradouro,
que nos deixasse saciados de saudades.
Mas, não!

Estranha é a saudade.
Nos rodeando a noite inteira,
só para fazer bobeira,
depois da segunda despedida!


terça-feira, 17 de setembro de 2013

Um mês depois...

Olá, galerinha?!

Olha, eu deveria ter feito esse post há alguns minutos, horas, para ainda ser na data 16 de setembro de 2013. Isso por que exatamente nesta data, completa um mês que eu fui ao show da banda Forfun. Sim, fui pela primeira vez ao show do caras lindo, gatos e fofos... e simpaticíssimos. Fui realmente por que adorooooo as músicas deles. Velho, eles fazem uma coisa perfeita, sabe? É tão incrível ouvir e principalmente sentir o que eles estão colocando em cada letra, entender a super vibe positiva que eles passam é algo que não tem preço.
O show foi no Orákulo Chopperia, em Maceió, AL. E é muito engraçado por que nos dias anteriores ao show, eu e minhas colegas estávamos meio sem saber ainda se íamos ou não. Já que nenhuma morava em Maceió e eu sabia que o show não acabaria antes das 2 horas da manhã. rsrs'
Bom, deixemos a história toda em minha memória, mas quero compartilhar um trecho de uma publicação que fiz no facebook assim que tive a primeira oportunidade, sobre aquele dia:

No final tudo deu certo! ♫Vamos ser felizes no final♫#EuFui *-*
(...)
Quando o Rodrigo* olhou pra mim, respondendo meu pedido *----* (que por sinal, foi negado. =X kkkkkk'), aaah, tudo valeu a pena. rs'
Cantar, aos berros, "Terra de Cego" (Primeira música do show - isso vai sair nunca da minha mente! rs' *G*) e a emoção que tomou conta de mim quando tocaram "Morada"... cês não fazem ideia... Show totalmente do bem!

* Para quem não conhece, Rodrigo é o cara da imagem do post do meu facebook. Veja o post completo clicando aqui.

E quase que como um sinal, entrei no We♥it hoje e uma das fotos mais amada (hearteada) dos últimos dias foi um trecho da música "Descendo o rio" dos meus lindos *-* fofos:

Forfun Maceió | via Facebook

E como vocês podem ver, é um trecho super positivo. As músicas, no geral, principalmente no DVD Forfun no Circo Voador têm essa sensação boa de emanar energias positivas e deixar um ótimo estado de espírito.
E pra finalizar meu post, deixo um trecho da minha música preferida deles, até o momento e uma foto minha com minha amiga Jéssica, umas das loucas que se aventuraram nessa "viagem" comigo, rsrs'- e o Vitor Ramon, o garoto que a gente conheceu lá:

"Faço de mim
Parte do segredo do universo
Junto a todas as outras coisas, as quais
Admiro e converso"
Morada - FORFUN                                           


Meu sorriso é o melhor. Era minha ansiedade de ver Forfun no palco, ao vivo pela primeira vez.

Se gostarem da experiência que eu passei, se gostarem da banda ou até mesmo se não conheciam a banda, comentem!
E vocês, qual show será inesquecível? Contem a histórias e postem o link da foto de vocês pra gente conhecer.
Abraços e beijos. Até mais. =)


sábado, 31 de agosto de 2013

Mês do Folclore

Eu já fiz um post sobre o Folclore aqui (ano passado, veja aqui), mas resolvi de ultima hora fazer outro post porque surgiram alguns fatos que me motivaram:

·         Minha tia pediu uma pesquisa sobre o famoso Coco de Roda, super conhecido no Nordeste (em Alagoas? Sim, com certeza, tem até hipóteses que ele tenha nascido aqui - mas não discutirei sobre isso);
·         Li no Facebook uma postagem horrível sobre a cultura brasileira, na verdade não seria sobre a cultura exatamente, seria agressão a nossa cultura. Vou nem transcrever tal ABSURDO que li!
·         E por ultimo, dentre os últimos curta metragens que assisti, um em especial caia perfeitamente bem nesse contexto de Folclore/Cultura/Alagoas.

Assim, nesse último dia do mês (e também porque quis deixar para o último dia, mesmo!) vamos a mais um post sobre de o Folclore (comemorado principalmente no dia 22/08). É importante destacar que essa data foi criada pelo governo brasileiro, em 1965, para fazer uma homenagem à nossa cultura popular, segundo o site Brasil Cultura, site que só conheci nessa oportunidade, mas que pretendo visitar com alguma frequência.
Encontrei o vídeo (curta metragem) a seguir dividido em duas partes e foi meio difícil de encontrá-lo, mas, enfim, consegui e está ai.
Assistam, veja o cenário nordestino... A filmagem foi feita na cidade de Olho D'Água das Flores- AL, para ter mais informações acesse o site do projeto que deu origem ao curta, clicando aqui.

Nome do curta: IAPOIS.

Você vai descobrir um mundo mágico de histórias do sertão. Apreciem sem limites e deem valor à cultura brasileira!




segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Minha paixão por curtas

Geeente do céu! Se vocês não sabem, eu devo dizer que sou apaixonada por curta metragem; sempre que posso estou assistindo alguns... Têm uns três que eu já tenho em mente pra postar aqui pra vocês - coisas que ficaram para outras postagens, mas essa madrugada eu descobri um muito, muito, muito show! E hoje o post é ele.

Nome: Passo
Diretor: Alê Abreu
Produzido em: SP
Sinopse: Um pássaro e sua gaiola

Então vamos ao que interessa:





E, se assim como eu, vocês gostarem, não esqueçam de curtirem e comentarem.
Abraços e até mais.


segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Dia Mundial da Fotografia


Na verdade, eu soube apenas  hoje, que hoje, 19 de agosto é o dia da fotografia. rs'
E ontem de manhã, numa fazenda, na cidade de Boca da Mata, eu estava "realizando nostalgia" -adoro essa música, que nem vem ao caso, nesse momento. rs' E capturei duas imagens... que quero compartilhar com vocês, por hoje ser o Dia Mundial da Fotografia, porque eu gosto de fotografia e porque eu criei aqui no blog a tag #Fotografia. Então vamos lá.

Essa foi tirada na Fazenda São Francisco do Cariri, um lugarzinho super conhecido meu. Estive lá nesse final de semana. E na primeira oportunidade que tive, capturei um pedacinho da paisagem... =)

-
O céu estava nublado, estava chuviscando e passava um vento bem geladinho. Me senti muito bem nesse momento, me senti completa. =D

-E uma frase clichê seria a melhor legenda:

As melhores coisas da vida não se compram.


sábado, 10 de agosto de 2013

Músicas que dão saudades...


Músicas que dão saudades...

Dos desenhos na areia
Do lado de lá do cercado
De onde se via o sol se pondo
De sair pra pegar tamarindo.

Músicas que dão saudades...

De correr na grama fria
Nas tardes de sábado
No lado da sombra
Do pé de cajá.

Músicas que dão saudades...

Dos jogos nas tardes de domingo
Da bicicleta na estrada estreita
Do arruando onde brincava
E até das bolinhas de gude.

Músicas que dão saudades...

Da casa da tia onde abusava
Das estradas de carrinho
Das pedrinhas jogadas no açude
E da ladeira para chegar em casa.

Músicas que dão saudades...
À minha infância.

sábado, 13 de julho de 2013

Playlist Dia do Rock

Dia do Rock and Roll, galera!

E obviamente eeeeeu não poderia de deixar de dá umas dicas para vocês, assim como postar uns roquezinhos que eu gosto. haha’ Então vamos lá... Postei um vídeo de uma das bandas em cada dica. As outras, vocês podem procurar no YouTube ou nos sites das bandas. ;)

Em escala mundial claro, a dica é Guns’n Roses, Slipknot, Led Zeppelin



Green Day, Adema, My Chamical Romance



The Red Jumpsuit Apparatus, Oasis, System of a Down



Em escala nacional, a dica é Mop Top, Dead Fish, Helena's Grace



Das minhas mais ouvidas, apresento a vocês Forfun, Matanza e Vivendo do Ócio



Das mais conhecidas Nx Zero, Fresno e Tihuana



De Alagoas a dica é Fator 4



Palhaço Paranoide



Lebre de Março



Autopse



Aproveitem... curtam o som.
Espero que tenham gostado e se não conhecer alguma, essa é a oportunidade.
Deixem suas dicas pra gente aqui também.
Abraços e até a próxima.


domingo, 7 de julho de 2013

Lispectando...


"[...] Porque eu me imaginava mais forte. Porque eu fazia do amor um cálculo matemático errado: pensava que, somando as compreensões, eu amava. Não sabia que, somando as incompreensões, é que se ama verdadeiramente. Porque eu, só por ter tido carinho, pensei que amar é fácil. [...]"

Lispector. C. Perdoando Deus. In:  Felicidade clandestina: contos. Rio de Janeiro: Rocco, 1998.


Um texto incrível que eu li e de cara me apaixonei; e sempre que possível leio novamente e a imaginação trabalha que é uma beleza! ;) Ele mexe muito comigo. Espero que gostem também.


domingo, 30 de junho de 2013

Nuvens no céu




Na estrada, vendo as nuvens correndo pelo céu, que consegue ser ainda mais fascinante na dúvida entre mostrar o sol ou escolher as nuvens! E o que posso fazer é tentar descrever essa cena tão simples e única que me faz sentir um ser especial, por ter a capacidade de enxergar o que a maioria só olha, mas não enxerga. Muito menos sente, muito menos ama, muito menos é!

domingo, 23 de junho de 2013

Menino da lua



À noite, elevei a cabeça ao céu
Pois percebi que a claridade me tocava
E o céu estava mais gracioso,
Me lembrando das conversas
Que pensávamos em ter pela janela.

O menino, as palavras, a noite e uma impressão...
E então mais um sorriso me veio.

Era o menino da lua,
Menino que contava estrelas
E nelas buscava inspiração,
Que me fazia esse brilho no olhar
Com um sorriso verdadeiro.

De tal emoção, ele sempre foi réu,
Pois tinha o dom quando falava
De deixar um sentimento harmonioso.
Os sonhos ganhavam ações inversas.
Sonhá-los, sempre foi coisa bela.

Me acalmo e confirmo a sensação
O menino da lua tem o imaginário cheio!

E essa noite, de presente, foi tua.
O que se via na estrada não era poeira.
Eu sabia que era iluminação...
Das estrelas que estavam a brilhar
Para um menino da lua, isso é um mundo inteiro!


quinta-feira, 13 de junho de 2013

Nx Zero - Ligação #preparação


Já no clima do show (31/08), em Maceió - AL, que nem lugar tem ainda, mas a ansiedade já me consome... haha' *---*


Letra:


Por cada noite sem dormir
Cada dia que passou
Por cada vez, cada vez que me senti assim
Pela grana que eu gastei
Pelo tempo que perdi
Que foi em vão e eu fiquei sem ter pra onde ir

Cada briga sem razão
Cada verso sem refrão
Você virou as costas pra quem te era bom
Mas não vou ficar aqui me lamentando com você
Essa é a última vez que faço essa ligação
Escute bem porque

Quando eu desligar
Você não vai saber mais nada sobre mim
Chegamos ao fim
O último alô
É na verdade um adeus
Esqueça aqueles planos
Eles não são mais seus

Ahhh ahhh

Por cada hora que passou
E as mentiras que contou
Por alguém que talvez deixei de conhecer
Pelas cartas que escrevi
A tatuagem que eu fiz
Pra marcar o que hoje quero esquecer

Cada briga sem razão
Cada verso sem refrão
Você virou as costas pra que te queria bem
Mas não vou ficar aqui me lamentando com você
Essa é a ultima vez que faço essa ligação
Escute bem porque

Quando eu desligar
Você não vai saber mais nada sobre mim
Chegamos ao fim
O ultimo alô
É na verdade um adeus
Esqueça aqueles planos
Eles não são mais...

Pra você o amanhã nunca existiu
Esqueceu tudo o que vivemos ontem
Jogou fora dias, meses e lembranças
Nosso tempo você disperdiçou
Não há mais nada a fazer

Quando eu desligar
Você não vai saber mais nada sobre mim
Chegamos ao fim
O ultimo alô
É na verdade um adeus
Esqueça aqueles planos
Eles não são mais seus

Eles não são mais seus
Eles não são mais seus
Não são mais
Não são mais seus


quinta-feira, 6 de junho de 2013

Não dá




Já quis várias vezes prever o futuro...
Mas não dá, né?!
Ele muda a cada escolha...


sexta-feira, 31 de maio de 2013

Eu fico assim



E se chove na madrugada eu fico assim...
Toda boba e saio de mim....



O que te inspira?
Conta pra gente.

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Para tocar na sua Playlist

As madrugadas são sempre chave de inspiração para mim! *---* E como eu adoro isso...

De bobeira ouvindo Os Paralamas do Sucesso no site Letras, ouvindo umas músicas que ainda não conhecia. E essa quis então compartilhar, senão aqui... onde mais? Onde mais eu poderia falar do que me faz bem sem ter que me preocupar se estou usando as palavras corretas para transcrever o que sinto e o que penso?
E algumas músicas conseguem fazer isso muito bem!


Música: Tendo a Lua

Eu hoje joguei tanta coisa fora
Eu vi o meu passado passar por mim
Cartas e fotografias gente que foi embora
A casa fica bem melhor assim

O céu de Ícaro tem mais poesia que o de Galileu
E lendo teus bilhetes, eu lembro do que fiz
Querendo ver o mais distante e sem saber voar
Desprezando as asas que você me deu

Tendo a lua aquela gravidade aonde o homem flutua
Merecia a visita não de militares,
Mas de bailarinos
E de você e eu

Eu hoje joguei tanta coisa fora
E lendo teus bilhetes, eu lembro do que fiz
Cartas e fotografias gente que foi embora
A casa fica bem melhor assim

Tendo a lua aquela gravidade aonde o homem flutua
Merecia a visita não de militares,
Mas de bailarinos
E de você e eu

Tendo a lua aquela gravidade aonde o homem flutua
Merecia a visita não de militares,
Mas de bailarinos
E de você e eu.


O destaque na letra é pra dizer que quando ouvi estes trechos, foram as partes que mais me tocaram...

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Presente para o dia dos namorados

S.O.S Dia dos Namorados.

O dia dos namorados está se aproximando e a pergunta típica desse período é: O que dá de presente de dia dos namorados?"

Sabemos que isso deixa muita gente agitada, pensativa e desesperada para encontrar o tal presente. A escolha muitas vezes é difícil, mesmo você conhecendo muito bem a pessoa. E para as meninas as opções costumam ser bem mais difíceis. É, eu sei! rsrs' Então hoje darei algumas singelas dicas:

Kit de maquiagem,
agendas,
porta retratos digital ou não,
almofadas fofinhas*,
relógio,
perfume,
boné,
carteira masculina,
urso de pelúcia,
camisa personalizada do casal,
buquê de flores,
roupão,
livros,
cds e/ou dvds de bandas,
um bichinho de estimação (cachorro, porquinho da índia, lebre, etc...),
canecas personalizadas e mais um infinidade de coisas criativas que existem...
Escreva um poema, componha e/ou cante uma música, acredito que a maioria das meninas iriam adorar essa surpresa!

*Almofadas são tão fofas. Só de ver já fico com vontade. *---*
Olha as que escolhi mostrar pra vocês.



Mas há outros presentes também.
Esses aqui estão com os preços que pesquisei essa semana.

 
 Skate - R$ 168,00



Chocolate - R$ 11, 61 (cada)



Camisa de banda - R$ 29.99



Games - R$ 99,00



Por fim, digo: Junte essas dicas, escolha o que mais combina com seu(sua) namorado(a) e no seu orçamento, coloque numa cesta e  pronto!

Uma dica que vemos sempre na tv, em datas comemorativas é: Não vá apenas em uma loja!
Pesquisar preços é muito importante, converse com amigos (as), compartilhem ideias e surpreenda seu amor!

- Se eu tiver um tempo, nos próximos dias postarei outra dica, dessa vez, com presentes feitos por você mesmo.


domingo, 19 de maio de 2013

Por todas as vezes que fico em silêncio...


Da coleção: Frase que encontro na internet.


Se publico é por que (pra mim) tem relevância, por que algo me toca...

Ouça o que diz sua mente. Ela faz tanto barulho quando você se pega distraído!





sexta-feira, 3 de maio de 2013

Ah, como eu adorei isso!



"Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que foram feitos pra te endoidecer!"

- OS VERSOS QUE TE FIZ- Florbela Espanca.


Simpatizei com ela desde que soube de seu jeito próprio de escrever! *---*
Que com certeza, será mais uma na minha lista de inspiração literária!


quarta-feira, 1 de maio de 2013

10 dicas para ajudar o planeta


        Esta imagem foi retirado do Facebook, mas sabemos que essas atitudes contribuem para o bem do nosso planeta, não é? Então, mesmo que outras pessoas ignore, faça sua parte, isso é o que importa!


sexta-feira, 26 de abril de 2013

Um cenário perfeito para a imaginação...

Bom gente, hoje quero compartilhar com você a música "Sentimental" de Los Hermanos. Acho que caiu super bem na noite de hoje, onde o frio, a chuva, ausência, saudade, lembranças estiveram presentes.  ( #CenárioPerfeitoParaImaginação *--*) E Los Hermanos é uma banda que me toca profundamente, cada música que já ouvi... E Sentimental não seria diferente. Espero que apreciem assim como eu. "Quem é mais sentimental que eu?♫"

Não vou fazer análises nem nada do tipo, só quero que ouçam a música... E deixem seus sentidos mais sensíveis...


E, com ou sem chuva, frio, ausência, saudades, lembranças, sorrisos, enfim... Boa noite!

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Bilhete pra você


Eu tinha um bilhete, no qual escrevi todas as palavras que um dia quis te falar. Eu andava com esse bilhete guardado na minha agenda, lia e relia, várias e várias vezes, assim eu sentisse saudades suas. E de tanto lê-lo, eu percebi que já estava decorando as sensações que senti quando o escrevi e, mesmo assim, eu gostava de lê-lo todas as vezes que sua ausência me incomodava. Era como se cada vez que eu lesse, estivesse te falando tudo, e de novo e de novo. Eu gostava de sonhar acordada, quando entrava nele e chegava até você. Imaginava que eu o lia e você gostava e você sorria e você vibrava e você me abraçava, como se dali em diante, não existisse nada além de nós dois, ali... parados, sorrindo... abraçados. Eu lia várias vezes com a intenção de viver o que não aconteceu. Quisera eu encontrar esse bilhete ainda. Quisera eu que só o velho bilhete ainda hoje me fizesse sorrir imaginando esse passado calculado. O papel envelheceu. A tinha da caneta extravasou. A umidade rasgou as partes dobradas, já que eu guardava tão bem guardado, dobrava tão bem dobrado, com tanto cuidado... Pra que tanto cuidado? Hoje, eu já nem preciso dele para sonhar com você. Não preciso dele para sorrir com sua imagem abstrata, com seus abraços carinhosos.
Basta anoitecer
e eu dormir.


domingo, 14 de abril de 2013

Só uma frase



Um pedido... Outra chance...
enfim...
Cada um tira as próprias conclusões...
tem os pensamentos dispersos...
e faz as próprias reflexões...


sexta-feira, 12 de abril de 2013

A menina que quis voar



Ela quis voa, mas sentiu medo de não ser capaz...
"Vamos comigo, meu rapaz,
vamos viver, dançar e sorrir em paz."
Ela quis falar isso para o moço
-ao olhá-lo com ar de fragilidade.

O moço tinha um olhar tão doce, que a fazia esquecer seu mundo cinza... esquecer o mundo além daquele olhos verde esmeralda que a envolviam...

Ela quis voa, para outro plano onde o verde esmeralda emanasse uma luz sem sombras;
mas precisava do moço com ela.

Pena que ele não entendeu o que ela dizia no semblante de menina sensível e frágil.



quinta-feira, 11 de abril de 2013

Da janela lá de casa...


"Da janela lá de casa
vejo coisas que não se acabam..."


- Frase de um texto de um livro didático que usei nos primeiros anos da escola e ficou na minha mente até hoje, e ainda assim continua me servindo muito bem!

Enfim os primeiros clicks divulgados.
- O que me inspira:
Pôr do sol. Pôr do sol me faz um bem imenso... consigo imaginar tantas coisas... Ah, a imaginação...

Como não se emocionar com o que a natureza nos proporciona?

- As fotos aqui publicadas são de minha autoria.
Será permitido uso destas desde que sejam dados os devidos créditos.


quarta-feira, 10 de abril de 2013

Desejos de uma madrugada silenciosa


Por que  nessa madrugada vazia,
você não vem me fazer companhia?
Fiquei acordada até agora,
para ouvir sua voz numa história.
Esse silêncio que por vezes me confunde,
por um tando também desilude.

Se eu olhar pela janela,
você estará do outro lado dela?
O seu olhar de quem está à procura, me invade,
descobre os segredos que tento aguardar com dificuldade.
Nessa madrugada silenciosa e singela,
minha pele espera a tua encostar nela.

Mas se você não chegar e eu adormecer,
ainda assim sinto vontade te ver.
Vou fechar os olhos e ver um par...
de mãos dadas no fim da tarde, olhando o mar.
Irei no sonho sorrir contente,
é um sonho... e um sorriso inocente.


sábado, 30 de março de 2013

Sorria, a vida te chama!


De manhã, sentir a energia que os raios de sol te oferece,
sentir o vento tocando teu rosto
e observar as flores vermelhas,
que te indicam a direção...
Sorria,
a vida está chamando!


quinta-feira, 28 de março de 2013

Reticências


Reticências...
O que quer dizer reticências?
Quer dizer que não acabou.
Quer dizer que ainda tem mais...
Quer dizer que não é o fim.

Reticências faz diferença,
Quando é interessante saber o que vem depois;
Quando um ponto vem acompanhado de mais dois,
Quando esconde uma interrogação;
Quando se fala de inspiração.

Três pontos...
Depois da vida,
Depois da chuva,
Depois do abraço,
Depois do sorriso.

Três pontos fazem a diferença...
Trazem esperança,
Trazem lembrança,
Trazem surpresas,
Trazem desejos.

O que quer dizer reticências?

Encontro
(de) três pontos
(é) reticências


"Pra fazer poesia
tem que ter inspiração,

Se forçar...
Nunca vai ficar boa" - Vinícius de Moraes.

"Enquanto Eu tiver perguntas e não haver respostas... Continuarei a escrever"

- Clarice Lispector.

Meu mundo infinito particular:

Eu, somente eu
Escrito por mim sozinho
Ninguém mais do que eu
Minha voz, sou eu sozinho

De fato é difícil conviver assim
Com tudo aquilo que eu quero de mim
De fato é pesado ter que aceitar
Toda a realidade que sinto no ar

Por isso a poesia não me abandonou
nunca Me deixou
Por isso a poesia não me abandonou
nunca me deixou - A Poesia e Eu #Catedral.


Música e poesia, uma combinação perfeita para que eu entre nesse meu mundo particular, onde a natureza faz rimas só pra mim, e eu vivo infinitas possibilidades.

Inscreva-se

FeedBurner FeedCount

NOTA

A maioria das imagens inseridas nas postagens deste blog são retiradas da internet, sem a menor intenção de adquirir os direitos autorais destas. Assim, se alguém sentir-se prejudicado ou incomodado com o uso de sua imagem, entre em contato* e a imagem receberá os devidos créditos ou será retirada deste blog, como o possuidor dos direitos desejar.

*Ver aba de contatos.